Blog Cursos e Atividades Espaço Terra Mística

Depoimentos

depo

Ao longo de nossa caminhada, pudemos sempre partilhar e conhecer grandes pessoas, pessoas essas com quem muito aprendemos sempre sobre o caminho, sobre a vida, sobre ser e estar, sobre transformar. Somos mestres uns dos outros na sagrada roda da vida.

Aqui compartilhamos alguns de seus depoimentos.
Nossa eterna Gratidão a vocês.

Tatiana Menkaiká & Stefan Frank

 

Depois que tive contato com o xamanismo, percebi que as mudanças interiores pelas quais eu estava passando nada mais eram do que, manifestações xamânicas, o poder, que penso eu habita adormecido dentro de todos nós, e a maioria desconhece que possui esta poderosa energia que quando canalizada para o bem pode curar a si próprio e a todas as formas de vida do planeta. Chega arrepiar quando penso sobre isto, que esta tudo ali ao nosso alcance, e que de tão simples parece tão complicado, pois foi assim que num primeiro momento quase desisti de me aprofundar mais sobre xamanismo, parecia tudo utopia, só tive interesse por continuar o aprendizado depois que comecei a fazer comparações entre minha vida, meus pensamentos e como achar um ponto em comum ao xamanismo, comecei a aplicar técnicas e sentir a diferença entre o antes e o agora, não consigo nem expressar com palavras a sensação, talvez se resuma a um renascer, um descobrir de si mesmo, aprender a lidar com as adversidades da vida e dos sentimentos, observando que muita coisa não merece nossa preciosa energia, percebendo o quanto perdemos dela ao longo do caminho, ser gratos a tudo que temos agora nesse momento, e ajudar a curar e preservar todas as formas de vida deste planeta… Viviane Oliveira, técnica ambiental, Nova Santa Rita, RS.

 

Viver o caminho xamânico na minha concepção é retomar a conexão natural que temos com o sagrado a partir das coisas simples do nosso dia-a-dia. Todos os elementos oferecidos pelo xamanismo como medicina sinalizam, para um estado de parada a partir do ponto onde se está, para a integração com as energias do planeta, forças essas pré-dispostas a nos reconduzir novamente ao nosso centro de poder. Nosso desafio muitas vezes é abrir mão da imagem que construimos para nós, dos papéis enrijecidos que entramos e que nos afastaram de nossa essência primária. A consciência despertada pelo xamanismo é comprometida com o respeito deslocado a cada ser , a orientação da busca de nosso centro de poder para que possamos nos tornar homens e mulheres inteiros, é um dos princípios da jornada. Buscar a alquimia da transformação interna a partir das forças da natureza é descobrir que a vida pode ter novos encantos, momentos mágicos, gratidão infinita. Abrir-se a essa nova perspectiva e permitir-se nesse processo, é com certeza um grandioso desafio. Eliene, arteterapeuta, Criciúma, SC.

 

Nessa busca por respostas comecei a entender a minha evolução, entender o chamado recebido pelo xamanismo, ao que expresso como me sinto feliz em poder compartilhar meus momentos de compreensão da vida. … acredito que os caminhos que trilhei e a forma como foram se moldando ao longo da vida, me trouxeram recentemente para a verdadeira forma de entender a minha passagem pela Mãe Terra. No transcorrer dessa nova jornada enxerguei onde havia deixado alguns pedaços da minha vida/alma, e iniciei o reconcerto através do perdão, um novo recomeço com equilíbrio e harmonia focados no agora. Hoje é fácil perceber os sinais universais, como as coisas foram se encaixando: as pessoas certas se apresentando, minhas mudanças internas, o sentimento de que sempre faltava algo, a filosofia de paz e alegria que o ser humano deveria ter para ser feliz, o observar os erros para tirar as lições, a minha conexão e respeito com a natureza, a criança interior que volta e meia se apresentava e outras coisas mais que poderia citar. Adriani, bombeiro, Nova Santa Rita, RS.

 

Adorei o ritual que fizemos para a mãe terra, adoro aprender como posso trocar energias com ela e entender mais. Ver e sentir a mãe terra como mãe e não mais como deusa superior a mim, me sentir parte dela, despertou grande amor e respeito dentro de mim. Sinto agora um grande amor e segurança dentro da minha fé. O que é muito lindo é entender que somos todos feitos da mesma energia, que não existe raça nem animal superior e inferior, que somos todos filhos da grande mãe e que todos somos irmãos e irmãs. Aprendi que faço parte do grande ciclo da vida, e que a morte não é o final da minha jornada, estamos o tempo todo caminhando juntos e temos que nos dar as mãos. Os meus pensamentos estão em uma mudança contínua igual as minhas energias e isso é bom. Sinto que sou uma filha da terra e que ela me alimenta o tempo todo com as suas energias, e agora sinto que posso ter acesso a isso. Todos nos temos a chance de nos conectar com o nosso verdadeiro ser um dia e temos o tempo todo para compreender isso. Eu quero agradecer vocês por estar caminhando junto comigo, por me entender e por me ensinar os seus conhecimentos. Eu tenho a esperança que mais pessoas conseguirão se livrar das normas e doutrinas e se sentir mais livres e felizes. Mel, estudante, Porto Alegre, RS.

 

Não conhecia o Xamanismo. Foi em Campina Grande (PB), no Encontro da Nova Consciência, com a Menkaiká, que tive o primeiro contato. Ministradas por ela, assisti palestras e participei de diversas oficinas, ao longo dos anos: Tambor Xamânico; Resgate de Alma; Busca de Animal de Poder; Roda de Cura; Desenvolvimento Pessoal com Xamanismo… foram muitas vivências felizes. Aprendi a entrar em contato com a minha essência – e a respeitar, ainda mais, a mãe Terra e as criaturas que nela habitam. Acredito que, através do Xamanismo (e do Reiki, porque também sou reikiana), vou buscando o meu equilíbrio. O pouco que sei desse “Caminho Sagrado” devo à Menkaiká. Mesmo não morando em Porto Alegre, acompanho todas as atividades e textos postados no Caminho Ancestral. E, quando posso, vou à Campina Grande no Carnaval, participar das vivências xamânicas. Ana Paula, Fortaleza, CE.

 

Para aqueles que aceitaram o chamado, estão sendo dadas, a cada um de nós, as chaves das portas que abrem segredos da mente, do subconsciente e supra consciente, para acessar a ALMA, a energia, a essência pura de cada indivíduo nessa terra. Aprendemos que não trabalhamos sozinhos, que de há muito já éramos aguardados, intuídos, protegidos e orientados, até, e, para, o CAMINHO. Quanto mais nos identificamos, abrimos e entrosamos nossa energia com o CAMINHO, mais crescemos, mais evoluímos e acessamos as partes individuais e de outros que necessitam de cura, atenção, solução de seus problemas, seja de que natureza, onde e quando for. Àqueles de nós,que ainda não entendiam ou não acreditavam que a eles era dado o poder de mover essa energias, foram pouco a pouco perdendo o ceticismo, para confiar e confirmar, que sim, é possível a cada um fazê-lo. Ficaram empoderados, pois viram e sentiram que funciona mesmo. Após os encontros iniciais do curso, ocorriam fatos, mudanças de comportamento, aberturas de canais e arquivos cerebrais do passado ancestral. Essas energias eram liberadas a cada exercício, movimentos, invocações. A cada reunião éramos estimulados a realizar algum trabalho, resgatando arquivos , abrindo comunicação com energias desconhecidas para nós, mas não para nossos arquivos xamânicos, de comportamentos xamânicos. Por isso mudamos nossa maneira de ser, de agir, mudamos nosso EU INTERIOR. Passando a confiar em nosso aprendizado e em nós mesmos, sentimos a atuação do XAMÃ, através de ter acessado os canais e aberturas dimensionais. O Trabalho com o Tambor, o Resgate de Alma. Sabemos que estamos sendo bem treinados e estamos recebendo a orientação correta pelos resultados obtidos. Sentimos a consistência das atuações do que fazemos, sentimos que estamos todos unidos, muito iguais na evolução, com humildade de aprendizes e todos amigos, todos XAMÃS. Por isso que estamos prontos para trilhar o CAMINHO ANCESTRAL, pois acreditamos no que fazemos, fazemos o que amamos, e estamos porque amamos fazê-lo. Agora sei o que é CAMINHAR NA BELEZA. É estar EMPODERADO, SEGURO E CONFIANTE, no que se tem, se é e o que se pode fazer, onde e como fazer. É ter e sentir essa energia espiritual presente, atuante. É REAL, É MUITO BELO, É A BELEZA. QUE CAMINHEMOS NA BELEZA. S.C., médico, Rio de Janeiro.

Você Também Pode Gostar

Comentários

Deixe uma resposta

 

Scroll Up